Palavras suaves

Palavras suaves

‘A resposta delicada acalma o furor, mas a palavra ríspida desperta a violência.’ — Provérbios 15.1

Certo dia, enquanto falava ao telefone, fiz um breve comentário sobre o tom áspero de algumas palavras que a pessoa usava. Imediatamente recebi a seguinte justificativa: “De agora em diante será assim; cansei de oferecer palavras suaves…”

Fico impressionado em saber que como esta pessoa, muitos estão agindo da mesma forma. Criam expectativas, idealizam situações e, quando não são correspondidos da forma que idealizaram, acabam revidando com o ataque gratuito. Essas pessoas não perceberam que estão caindo numa armadilha terrível, onde só haverá um único prejudicado: ela mesma.

Lembre-se: Você esta num grande campo, semeando a todo instante, em breve chegará o tempo da colheita. (Gálatas 6.7)

‘As palavras bondosas são como o mel: doces para o paladar e boas para a saúde.’ — Provérbios 16.24

Suas palavras, respostas e comentários estão sendo suaves?

Você não ficará só

Você não ficará só

‘Não é bom que o homem viva sozinho. Vou fazer para ele alguém que o ajude como se fosse a sua outra metade.’ — Gênesis 2.18 (NTLH)

Certamente esse texto não seria completo, se também não se aplicasse à mulher. Se você esta só e não esta satisfeito com sua condição atual, leia atentamente: ‘Vou fazer para ele alguém que o ajude como se fosse a sua outra metade‘. É uma promessa! Creia contras a evidências, e de forma alguma duvide. Afinal de contas, Ele é um Pai amoroso, e certamente tem o melhor reservado para você.(Lucas 11.9-13) Deus te abençoe.

A vida é uma atribuição temporária

Senhor, lembra-me de quão breve é o meu tempo na terra.
Lembra-me que os meus dias estão numerados
e que a minha vida está indo embora.

Salmos 39.4; nlt

Viverei poucos anos aqui na terra.

Salmos 119.19; Linguagem de Hoje

A Bíblia é cheia de metáforas que ensinam a respeito da natureza breve e transitória da vida na terra. A vida é descrita como uma neblina, um corredor rápido, um sopro e um fio de fumaça. A Bíblia diz:…nossos dias sobre a terra são tão transitórios como uma sombra. (Jó 8.9; nlt)

Para usar sua vida da melhor forma possível, você não deve nunca esquecer duas verdades. Primeira: em comparação com a eternidade, a vida é extremamente breve. Segunda: a terra é apenas uma residência temporária. Você não ficará aqui por muito tempo, então não fique muito apegado. Peça a Deus que o ajude a ver a vida na terra como ele a vê. Davi orou: Então finalmente pedi a Deus: Senhor, mostra-me o pouco tempo que me resta aqui na terra. Mostra-me como a vida é curta e eu sou frágil. (Salmos 39.4;bv)

A Bíblia compara por várias vezes a vida na terra a uma habitação temporária em um país estrangeiro. Aqui não é seu lar permanente nem seu destino final. Você só está de passagem, apenas visitando. A Bíblia usa termos como forasteiro, peregrino, estrangeiro, estranho, visitante e viajante para descrever nossa breve estadia na terra. Davi disse: Viverei poucos anos aqui na terra. (Salmos 119.9;ntlh)e Pedro replicou: Se vocês chamam a Deus de Pai, levem a vida como residentes temporários na terra. (1Pedro 1.17;gwt)

Muitas pessoas se mudaram de outras partes do mundo para trabalhar nos Estados Unidos, mas elas ainda são cidadãs de seu país de origem. É obrigatório que elas carreguem um cartão de registro de visitantes (chamado green card), o qual lhes permite trabalhar lá, embora não sejam cidadãos americanos. Os cristãos deveriam carregar green cards espirituais, para nos lembrarmos de que a nossa cidadania é no céu. Deus diz que seus filhos devem pensar a respeito da vida de modo diferente dos que não são crentes. Tudo o que eles pensam é sobre esta vida aqui na terra. (Filipenses 3.19;nlt)Os verdadeiros crentes compreendem que há muito mais para viver do que os poucos anos que passamos neste planeta. A nossa identidade está na eternidade, e a nossa pátria é o céu. Quando você captar essa verdade, parará de se preocupar em “ter de tudo” sobre a terra. Deus é bastante categórico sobre o perigo de viver pelo aqui-e-agora, adotando valores, prioridades e estilos de vida do mundo ao redor. Quando flertamos com as tentações deste mundo, Deus chama isso de adultério espiritual. A Bíblia diz: Vocês estão traindo a Deus. Se tudo o que vocês querem é viver do seu próprio jeito, flertando com o mundo sempre que possível, vocês vão acabar tornando-se inimigos de Deus e do jeito dele. (Tiago 4.4;Msg)

Imagine que você tenha sido convidado por seu país para atuar como embaixador em uma nação inimiga. Você provavelmente teria de aprender outra língua e adaptar-se a alguns costumes e diferenças culturais, a fim de ser cortês e cumprir sua missão. Na função de embaixador, você não teria como se isolar do inimigo. Visando a cumprir sua missão, você teria de ter contato e se relacionar com o inimigo.

Mas suponhamos que você se sentisse tão à vontade nesse país que se apaixonasse por ele, preferindo-o à sua terra natal. Seu comprometimento e lealdade seriam alterados. Sua atuação como embaixador ficaria comprometida. Em vez de representar sua terra natal, você começaria a agir como o inimigo. Você seria um traidor.

A Bíblia diz: Somos embaixadores de Cristo. (2Coríntios 5.20;nlt) Lamentavelmente, muitos cristãos têm traído seu Rei e seu Reino. Eles têm estupidamente chegado à conclusão de que, por viverem na terra, aqui é o seu lar. Aqui não é o seu lar. A Bíblia é clara: Amigos, este mundo não é o seu lar, então não fiquem à vontade. Não satisfaçam o ego em prejuízo da alma.1Pedro 2.11; MsgDeus não quer que fiquemos apegados ao que está a nossa volta, porque é uma situação temporária. Já fomos avisados de que os que têm um contato freqüente com as coisas deste mundo devem usá-las corretamente sem criar apego; pois este mundo e tudo o que está nele passarão. (1Coríntios 7:31;nlt)

Em comparação com outros séculos, a vida nunca foi tão fácil para grande parte do mundo ocidental. Somos freqüentemente entretidos, divertidos e servidos. Com todas as fascinantes atrações, mídia cativante e agradáveis experiências disponíveis hoje em dia, é fácil esquecer que a vida não consiste em perseguir a felicidade. É somente ao lembrarmos que a vida é um teste, uma incumbência de confiança e uma atribuição temporária que o encanto dessas coisas perderão o domínio sobre nossa vida. Estamos nos preparando para algo ainda melhor. As coisas que vemos agora estão aqui hoje e amanhã se foram. Mas as coisas que não podemos ver agora vão durar para sempre. (2Coríntios 4.18b; Msg)

O fato de a terra não ser nosso lar definitivo explica por que, como seguidores de Jesus, experimentamos dificuldades, aflições e rejeições neste mundo. (João 15.18,19; 16.20; 16.33) Isso também explica por que algumas promessas de Deus parecem não ter sido cumpridas, algumas orações parecem não-respondidas e algumas situações parecem injustas. Esse não é o final da história.

Para impedir que fiquemos muito apegados à terra, Deus nos permite sentir uma substancial quantidade de descontentamentos e desgostos na vida — anseios que jamais serão satisfeitos deste lado da eternidade. Não somos completamente felizes porque não era para sermos! A terra não é nosso lar definitivo; fomos criados para algo muito melhor.

Um peixe nunca seria feliz vivendo em terra, porque foi feito para viver na água. Uma águia jamais poderia ficar contente se não lhe fosse permitido voar. Você nunca se sentirá plenamente satisfeito na terra, porque foi feito para algo mais. Você terá momentos felizes por aqui, mas nada comparado ao que Deus tem planejado para você.

Perceber que a vida na terra é apenas uma atribuição temporária alteraria completamente os seus valores. Valores eternos, e não temporários, se tornariam fatores determinantes em suas decisões. Como C. S. Lewis comentou: “Tudo o que não é eterno é eternamente inútil”. A Bíblia diz: Assim, fixamos os olhos, não naquilo que se vê, mas no que não se vê, pois o que se vê é transitório, mas o que não se vê é eterno. ( 2Coríntios 4.18; nvi )

É um erro fatal presumir que a meta de Deus para sua vida é a prosperidade material ou o sucesso popular apenas, como determina o mundo. A vida em abundância não necessariamente tem relação com abundância material. Jamais concentre seus esforços em coroas temporárias. (1Pedro 2.11)

Paulo foi fiel, e mesmo assim acabou em uma prisão. João Batista foi fiel, mas foi decapitado. Milhões de fiéis foram martirizados, perderam tudo o que tinham e chegaram ao fim da vida sem nada nas mãos. Mas o fim da vida não é o fim de tudo! Aos olhos de Deus, os maiores heróis da fé não são os que alcançaram prosperidade, sucesso e poder nesta vida, mas os que trataram esta vida como uma atribuição temporária e serviram fielmente, aguardando a recompensa que lhes foi prometida na eternidade. Eis o que a Bíblia diz sobre a Galeria dos Heróis da Fé, honrados por Deus: Todos esses morreram pela fé. Não receberam as coisas que Deus prometera a seu povo, mas as enxergaram no futuro e ficaram alegres. Eles diziam que eram visitantes e estrangeiros na terra [...] estavam esperando uma pátria melhor uma pátria celestial. Portanto, Deus não se envergonha de ser chamado Deus deles, porque preparou uma cidade para eles. (Hebreus 11.13,16; ncv) O seu tempo sobre a terra não é toda a história de sua vida. Você tem de esperar chegar no céu para conhecer o resto dos capítulos. É preciso ter fé para viver na terra como estrangeiro.

É bem conhecida a antiga história a respeito de um missionário aposentado que ia para a América do Norte no mesmo navio do presidente dos Estados Unidos. Multidões ovacionando, uma banda militar, um tapete vermelho, faixas e a imprensa recepcionavam o presidente de volta ao lar, mas o missionário desembarcou do navio sem ser notado. Ressentido e com sentimentos de autocomiseração, começou a queixar-se para Deus.

Então Deus lembrou-o gentilmente: “Mas, meu filho, você ainda não chegou a casa”.

Não terão passado dois segundos de sua entrada no céu sem que você clame: “Por que eu fui dar tanta importância a coisas tão temporárias? Onde eu estava com a cabeça? Por que gastei tanto tempo, energia e preocupação no que não iria durar?”.

Quando a vida fica difícil e você é subjugado pelas dúvidas, ou quando fica imaginando se viver para Cristo vale o esforço, lembre-se de que você ainda não chegou a casa. Na morte, você não vai abandonar sua casa — você vai para casa.

Jamais se esqueça: O mundo não é o seu meu lar.

Memorize: Assim, fixamos os olhos, não naquilo que se vê, mas no que não se vê, pois o que se vê é transitório, mas o que não se vê é eterno (2Coríntios 4.18; nvi).

Se pergunte: Como o fato de a vida ser uma atribuição temporária, deve mudar a forma de eu viver neste exato momento?

Baseado no livro: Uma Vida com Propósitos, de Rick Warren

Chama

Bem no meio da Bíblia, há uma coleção de poemas de amor hebraicos muito explícitos e eróticos que jovens rapazes judeus não têm permissão de ler até terem mais idade.
O Cântico dos Cânticos nos dá uma série de imagens do relacionamento entre homem e mulher. A alegria, o conflito, a perplexidade. É como se o amor que esse casal explora tivesse uma vida própria. A mulher diz várias vezes: “Não acordeis nem desperteis o amor até que ele o queira.” E é como se ela dissesse: “Seja o que for, é tão bom, é tão lindo, não podemos fazer nada para estragá-lo.
Nós usamos e abusamos dessa velha palavra “amor”, não é?
Nós dizemos que amamos uma pessoa, e logo depois falamos de como amamos um carro novo ou um certo par de calças. Afinal, eu amo a minha esposa. E eu também amo pastéis?
Nós temos que nos lembrar que o Cântico dos Cânticos foi escrito originalmente em hebraico, que tem três palavras pelo menos que correspondem ao nosso “amor”. A primeira é a palavra “raya”. “Raya se traduz literalmente como amigo ou companheiro, alguém que lhe faz companhia. Pode até ser traduzido como o termo alma gêmea. As pessoas falam disso o tempo todo. E dizem coisas como: “Ela é minha melhor amiga” ou “Posso contra tudo para ele”. Estas são expressões de “raya”. Então vemos que no núcleo da relação entre esses amantes há uma amizade.
Outra palavra hebraica usada para “amor” é “ahava”. “Ahava” é um afeto profundo, o desejo de estar tanto com alguém que dói no seu coração. “Ahava” é quando sua mente e seu coração se voltam para o seu amante com tal paixão e intensidade que você não pensa em mais nada.
Minha esposa e eu fomos amigos por quatro anos, quatro anos de “raya”, antes que algo mais acontecesse. Eu morava em Los Angeles, e ela veio me visitar num fim de semana. Nós saímos pela primeira vez.
Havia uma sensação de expectativa no ar, devido `a nossa curiosidade. Sabe, “Será que há ‘ahava’ para complementar nosso ‘raya’?”
Lembro-me de estar sentado no restaurante em Santa Monica a alguns quarteirões do oceano. E senti a sensação de que eu preferia estar ali com ela naquele momento a estar em qualquer outro lugar do universo.
Os amantes afirmam no Cântico dos Cânticos que “ahava” é forte como a morte, que muitas águas não podem apagar o “ahava”. “Ahava” é o amor da determinação. Muito mais profundo que sentimentos românticos fugazes. Muito mais que anseios temporários. “Ahava” é tomar a decisão de unir a sua vida `a de outro. Essa é uma emoção que leva ao compromisso, que o leva a unir a sua vida `a vida de outra pessoa. “Ahava” é o que faz tudo perdurar.
Talvez isso ajude: vamos pensar nesses amores, nessas dimensões do relacionamento, como chamas.
Primeiro tivemos a chama do “raya”, que é como a amizade, o aspecto da alma gêmea na relação. Depois vem a chama do “ahava”, que é a chama do compromisso e da decisão de unir suas vidas.
Mas há uma terceira palavra hebraica para amor no Cântico dos Cânticos: a palavra “dod”.
“Dod” pode ser traduzido literalmente como “farrear, abalar, ou ameigar”. Acho que vocês entendem o conceito dessa chama. Essa palavra é usada em várias partes das Escrituras. Em Provérbios está escrito: “Vem, saciemo-nos de amores até pela manhã.” A mulher diz no Cântico dos Cânticos: “Beije-me ele com os beijos da sua boca porque melhor é o seu amor do que o vinho.” “Dod” é o elemento físico e sexual de um relacionamento. Daí onde tiramos a palavra grega “Eros” que é traduzida literalmente como “erótica”.
Então temos a nossa chama de “raya”.
Temos a nossa chama de “ahava”.
E temos a nossa chama de “dod”.
E no encontro desse homem e dessa mulher, todas essas chamas são combinadas. Jesus fala dessa idéia de seres se encontrando. Ele usa o termo “uma só carne” para descrever essa conexão entre um homem e uma mulher. Mas essa carne é muito mais que um ato físico: é a emoção, são os corações, são as mentes e experiências. É a mistura das almas.
Então essa reunião física torna-se uma imagem de uma profunda realidade espiritual.
Jesus nos ensina que o sexo é um ato espiritual, e que algo tão lindo, algo tão poderoso, destina-se a perdurar para sempre.
Sabe, uma chama queimando solitária nunca será tão quente quanto todas as chamas juntas. Afinal, fomos criados para queimar todas as chamas juntas. E pense em todas as formas em que estragamos isso.
Por exemplo, pense em um caso amoroso. Um caso são duas pessoas compartilhando da chama do “dod”, mas sem as outras chamas, sem o “raya” nem o “ahava”. Não há amizade. Não há compromisso. Não há lealdade nem sacrifício. Há o “dod” mas não há “raya” nem “ahava”. São duas pessoas tentando só com a chama de “dod” conseguir todo o calor das três chamas juntas.
Não se surpreende que a pessoa sinta-se vazia e insatisfeita. Fomos criados para muito mais. Então a pessoa retorna para essa única chama repetidamente, sem nunca ficar satisfeita.
Não pode.
E que tal um casal que está casado há anos, e ainda estão juntos, ainda há compromisso, ainda há um certo “ahava”, mas, honestamente, não há nada mais? Não há amizade. Não há sexo. E eles negligenciam as chamas que finalmente tremeluzem e enfraquecem, até apagar.
Ao separar as chamas, nunca se alcança a satisfação. Isso é como viver for a do plano que Deus criou para sua vida.
Talvez a nossa cultura não tenha idéia do que é a verdadeira sexualidade. Talvez o mundo ao nosso redor, no que se trata de sexo, esteja completamente por fora. Afinal, a verdadeira sexualidade é vasta e misteriosa. Envolve você como um todo. Você tem um corpo, também tem alma e espírito.
Amor é o encontro das almas dando tudo de si para o outro.

E agora: que você honre a maneira como Deus o criou. Que você tenha um respeito profundo pelo fato de ser um ente profundamente espiritual e misterioso, e que o amor é no fundo algo extremamente espiritual. Que você descubra que as três chamas foram feitas para queimar juntas. E que você descubra…

A CHAMA MAIOR.

As 3 chamas tem que queimar juntas…

Raya, Ahava e Dod, não é conhecido pelo mundo, ou pelas pessoas do mundo. Não existe a mínima chance de cria-lo, forma-lo, ou manipula-lo. Apenas em Deus e debaixo do mesmo jugo é possível prova-lo e vive-lo. Ouse viver este fogo e em hipótese alguma aceite nada diferente disso. E acredite! Ele jamais se apagará, ou terá fim… Você é o melhor de Deus e, com isso, o Melhor de Deus te pertence.

Para ter acesso ao vídeo,  clique no play abaixo:

Chama | 002 Rob Bell

O Projeto Nooma, é uma série produzida pelo Pr. Rob Bell, líder da Mars Hill Bible Church

Ordene ao monte

Ordene ao monte

A todo instante, somos “obrigados” a tomar decisões – virar a direita, esquerda, subir, descer. E até outras que tomamos sem nos dar conta delas, ou que a tomamos, como no caso de piscar, respirar, etc.

No evangelho de Marcos, existe um ”segredo” muito importante declarado. Em verdade vos digo que se alguém disser a este monte: Ergue-te e lança-te ao mar, e não duvidar em seu coração, mas crer que se fará o que diz, lhe será feito. (Mc 11:23).

Algumas pessoas atribuem o sucesso, ou suas conquistas, a sua fé simplesmente, mas ela não anda sozinha.
É necessário algo extremamente importante para acompanha-la, uma ação. Como identificamos no texto acima, a ação é dizer!

Deus declara que o monte será removido desde que, digamos a ele. É claro, que se diante do monte não tivermos fé que ele sairá, ele continuará onde sempre esteve. Por isso vos digo que tudo o que pedirdes em oração, crede que recebestes, e será vosso. (Mc 11:24)

Como vimos, é necessário uma ação aliada a fé. Ou, uma fé aliada a ação.

O inimigo tem conhecimento deste ”segredo”, por isso em nossas tomadas de decisões, ele tentará a todo custo fazer com que não tenhamos esta harmonia de poder em nossas vidas. Um exemplo claro? Pedro – quando ele foi chamado por Jesus para caminhar sobre as águas, ele teve fé que poderia fazer aquilo, pois Jesus o chamava, em seguida com base em sua fé, deixando o barco barco, andou sobre as águas e foi na direção de Jesus. (Mt 14:29) Tremendo isso! Ele teve uma ação positiva baseada em sua fé. Porém, observando o vento forte, teve medo e começou a afundar. (Mt 14:30)

No meio do caminho, ele foi tentado a duvidar que aquilo podia acontecer, e estava acontecendo. Resultado? Começou a afundar, pois olhou para as evidências, até que Jesus foi ao seu encontro, e o repreendeu por conta daquilo.

O inimigo sabe que a Palavra de Deus é verdadeira. Sabe que da maneira que imaginamos em nosso coração ou pensamos sobre uma determinada situação, assim ela será. (Pv 23:7)

Sabe também que tudo aquilo que dissermos, acontecerá. (Mc 11:23) Por isso, com todas as suas forças, se for o caso, ele tentará fazer com que olhemos para as evidências. E nem sempre ela é favorável, ou melhor quase nunca! E Jesus vendo que eles estavam fatigados a remar, porque o vento era contrário… aproximou-se deles, andando sobre o mar. (Mc 6:48)

Quando Moisés estava no deserto, se tivesse olhado para as evidências, a rocha jamais teria dado água, ou o mar se aberto. Poderíamos falar de Abraão, Sara, Gideão, Davi, entre outros que ousaram crer e agir contra as evidências e obtiveram sucesso, e vitórias tremendas em suas vidas.

Em Isaías 53 esta documentado que Jesus já levou todas as enfermidades (todas). Sendo assim, temos o direito legítimo de vivermos uma vida saudável, e não apenas nós, mas também os que estão ao nosso redor. Surgindo a enfermidade ou qualquer outro tipo de problema (monte), podemos declarar o que Jesus já fez e, o que podemos nEle, e manda-lo pra bem longe de nós.

Como você, eu também passo por lutas. E no meio delas, procuro o quanto antes no “manual do proprietário”, a Palavra de Deus. A solução ideal para sanar aquela situação, e com conhecimento de causa posso afirmar, sempre funciona! Porque em todas as situações, somos mais que vencedores. (Rm 8:37)

Creio que o melhor de Deus para sua vida, esta a caminho, e que este (monte) independente do tamanho ou formato, cairá!

Levante a cabeça

Às vezes , devido ao grande esforço de nossa caminhada, temos a tendência de começar a olhar para o chão [desistir], achando que as coisas de fato não vão dar certo, que as pessoas tinham mesmo razão, os sonhos que buscamos são muito grandes, e fim uma série de coisas que nos afastam para bem longe de nossas metas e alvos.

Eu garanto a você que vale a pena continuar… Veja o que o Profeta Zacarias disse em seu livro: Tornei a levantar os olhos e vi… Zacarias 2:1ª

Ele teria continuado na mesma situação se não tivesse levantado os olhos. Não teria visto o anjo que estava ao seu lado naquele exato momento. E você, vai continuar ai de cabeça baixa, triste e sem ânimo? Deus tem ouvido suas orações e, não somente isso, mas também já atendeu a todas. I João 5:14 e 15

Viva da melhor forma este novo tempo que se iniciou em sua vida, agora só depende de você.

O Sal

O sal é uma comodidade que nem damos importância por ser de pouco valor, mas no mundo antigo era de grande valor. Especialmente quando não havia ainda refrigeração e muitos outros métodos modernos conhecidos de preservação, o sal era ainda de mais valor. Aos soldados romanos era dado rações de sal (pagamento) e eles chegavam a se revoltarem se sua ração fosse alterada. No idioma inglês a palavra “salário” literalmente significa “Dinheiro de sal”.

Quando Jesus assemelhou Seus discípulos ao sal, Ele na verdade, estava dando a eles grande valor. O Senhor Jesus nos deu também uma introspecção ao perigo que envolve quando você e eu procuramos ser sal neste mundo. Há, primeiro de tudo, o perigo de que o sal perca seu sabor (sua propriedade de salgar) e para nada mais prestar senão para ser lançado fora, sendo pisado pelos homens. Hoje, o sal que usamos, não perde o seu valor porque ele já foi altamente refinado; mas nos dias de Jesus, perdia seu sabor e valor.

William Thompson, em seu livro clássico “The Land and the Book”, conta acerca de um negociante que alugou varias casas na qual ele armazenou sal.
O negociante, contudo, esqueceu de cobrir o chão da casa, que era de terra batida, e simplesmente descarregou o sal direto a terra. Quando ele voltou vários dias depois, descobriu que o sal tinha perdido o sabor por estar em contato direto com a terra. O sal todo foi jogado na rua, onde os homens pisaram ao andarem por cima.

O cristão não é perfeito; existe ainda nele aquela natureza velha que pode levá-lo a pecar. O grande problema que enfrentamos ao servir Cristo é ter contato com pecadores e nos deixar contaminar por eles. Jesus foi um amigo dos publicanos e pecadores, mas conservou-Se “santo, inculpavel, sem macula, separado dos pecadores” (Heb. 7:26). Havia contato sem contaminação; havia uma verdadeira separação sem ter isolação.

Somente o Espírito de Deus pode nos guardar de perdermos  o nosso sabor quando ministramos aos perdidos. Certamente que quando o cristão perde o seu sabor, isso é um processo gradual. Primeiramente há “amizade com o mundo” (Tiago 4:4), e então “contaminado pelo mundo” (Tiago 1:27). Isto nos leva a “amar o mundo” (I João 2:15) e então “conformar-se” com o mundo (Rom. 12:2). O sal então chega ao ponto em que perde seu sabor e seu valor, não servindo mais para nada.

“Francisco Benna”

Continue

“Mas, agora que vocês conhecem a Deus, ou melhor, agora que Deus os conhece, como é que vocês querem voltar para aqueles poderes espirituais fracos e sem valor? Por que querem se tornar escravos deles outra vez?

Por que dão tanta importância a certos dias, meses, estações e anos?

Estou muito preocupado com vocês! Será que todo o trabalho que tive com vocês não valeu nada?

Meus irmãos, peço que sejam como eu. Afinal eu sou como vocês, e vocês não me ofenderam em nada.

Lembram por que foi que lhes anunciei pela primeira vez o evangelho? Foi porque eu estava doente.

Mas vocês não me desprezaram, nem me rejeitaram, embora o meu estado de saúde fosse uma dura prova para vocês. Pelo contrário, vocês me receberam como se eu fosse um anjo de Deus ou mesmo como se eu fosse Cristo Jesus.

E como vocês estavam felizes! Eu posso afirmar que, se pudessem, vocês teriam arrancado os seus próprios olhos para me dar! O que foi que aconteceu?

Será que agora, por ter dito a verdade, eu me tornei inimigo de vocês?

Esses homens mostram grande interesse por vocês, não o fazem com sinceridade. O que eles querem é separar vocês de mim, para que vocês tenham zelo por eles.”

Gálatas 4:9-17

Não abandone o chamado de Deus para sua vida, Ele confiou um ministério em suas mãos. Com toda a certeza do mundo, Ele em tudo Se mostrou presente nesta nova fase, com certeza você por inúmeras vezes viu e provou de Sua forte mão.

Portanto em Nome de Jesus, não desista!

Paulo viu que infelizmente isso estava ocorrendo com os gálatas, e nota-se sua preocupação, e a dor que estava sentindo ao ver este fato, pois zelava com grande amor por eles.

O mesmo ocorreu quando Pedro fora ao encontro de Jesus sobre as águas. As coisas fugiram de seu controle quando ele deu mais atenção ao vento [evidências] que a Jesus. Mateus 28 14-28-31

Deus jamais desistiu de você, e jamais o fará, ainda que as evidências sejam contrárias, Ele continua te amando, e os planos dEle de forma alguma pararam em sua vida. Ele não mudou e nem mudará de idéia, Continue…

“Por isso, não desanimamos; pelo contrário, mesmo que o nosso homem exterior se corrompa, contudo, o nosso homem interior se renova de dia em dia.

Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação, não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas.”

2 Coríntios 4 16-18

Agora só depende de você!

Não se assuste com o novo

Não se assuste com o novo

“Não vos lembreis das coisas passadas, nem considereis as antigas. Vede, Eu faço uma coisa nova, que está saindo à luz; não percebeis? Porei um caminho no deserto, e rios no ermo” (Isaías 43:18-19).

Como descrito na mensagem Não desista, vimos Jesus evitando que os discípulos cometessem um grande erro.

Eles haviam recebido um chamado mais que especial. Não se tratava apenas de gozar de uma vida nova e plena na presença de DEUS – o que já é FANTÁSTICO e a melhor coisa que poderia acontecer – mas que tudo quanto eles se propusessem a fazer prosperaria. Receberam autoridade sobre as doenças e enfermidade, sobre Satanás e seus demônios e infinitas outras coisas, mas algo estava fora do lugar…

Infelizmente, a ordem descrita em Isaías 43:18 não fora respeitada. Os barcos, as redes e todos os equipamentos de pesca continuavam no mesmo lugar! Eles não se desfizeram deles. Conclusão: na primeira oposição, quase desistiram de seu chamado por conta da velha vida que levavam.

Veja o contraste com o chamado de Eliseu, sucessor de Elias:

“Assim partiu Elias dali e achou a Eliseu, filho de Safate, que andava lavrando com doze juntas de bois adiante dele, ele estava com a décima segunda. Elias passou por ele, e lançou a sua capa sobre ele.
Então deixou Eliseu os bois, correu após Elias, e disse: Deixa-me beijar a meu pai e a minha mãe, e então te seguirei. Respondeu-lhe Elias: Vai, volta; o que te fiz eu?
Assim Eliseu o deixou e voltou. Tomou a junta de bois, e os matou. Com os aparelhos dos bois cozeu a carne, e a deu ao povo, e comeram. Então se levantou e seguiu a Elias, e o servia” (I Reis 19: 19-21).

Ele não deixou absolutamente nada que, de forma direta ou indireta, o lembrasse de seu passado e caminhou firme para aquilo que lhe fora proposto. O resultado disso nós já sabemos: Deus de forma alguma ordenaria alguma coisa que Ele mesmo não fizesse, e sempre que o faz, é visando nosso bem estar, e de muitos.

É importante que você entenda que, se no seu passado houvesse algo, alguém, ou costume que pudesse contribuir para sua vida e futuro, não seria necessário que este texto fosse escrito. Portanto, em Nome de Jesus, abra mão AGORA de tudo que não tem acrescentado em sua vida, e que, infelizmente, tem impedido que Deus faça mais por você. Caminhe firme e confiante, pois Deus jamais deixou de cumprir Sua Palavra. Certamente com você não será diferente.

Que esta mensagem tenha falado ricamente ao seu coração, pois eu creio no seu sucesso e vitória.

Não desista

Não desista

“Pedro já caminhava ao lado de Jesus há um bom tempo, quando Ele anunciou Sua morte. Neste dia Jesus também deixou uma promessa, que após a ressurreição encontraria com eles na Galiléia” (Mc 14:28)

Fico imaginando aqui como era confortante, para os discípulos, se lembrar desta promessa logo após a morte de Jesus. Talvez a felicidade fora tanta, que passavam grande parte do dia louvando e cantando, relembrando os momentos maravilhosos que passaram na presença de Jesus, e o melhor, que isso em breve estaria acontecendo novamente.

Mas o tempo de espera foi implacável com eles. Talvez já não louvassem mais com tanto fervor, o vigor já não fosse o mesmo, a sensação de desolação e abandono fosse comum em todos eles.

Até que Pedro resolve ir pescar (João 21:3). Ele não se referia aqui ao complemento do almoço ou jantar, mas ele estava voltando para sua antiga profissão. E, se não bastasse, todos aceitaram sua proposta. Estavam dispostos a abandonar seu chamado, seu posto, e deixar de lado as promessas de Deus para suas vidas.

Pedro era um mestre na pesca, porém em (João 21:3b) vemos que nada apanharam durante a noite toda. Porque será?!

Ao amanhecer, finalmente, a espera chegou ao fim. Jesus apareceu para o encontro que fora prometido e, como sempre, é objetivo e direto com Pedro (João 21:15). Quando Ele interrogou a Pedro, Ele não estava apontando para alguém, ou qualquer outra coisa, mas sim para o barco. ?Pedro! Você Me ama mais, do que sua velha vida?? e Pedro talvez tenha gaguejado ao responder. E novamente a pergunta… Até que, finalmente, o milagre acontece. Ele entende que estava muito próximo de fazer uma grande bobagem, pensando em desistir, principalmente por ter sido avisado que esta situação aconteceria (Lucas 22:31-32).

O resultado deste encontro nós sabemos. A partir deste momento, Pedro verdadeiramente assume sua posição, e se torna um grande pregador, ousado e cheio do poder de Deus (como vemos no livro de Atos, e nas epístolas).

E você? Para onde está querendo voltar? Porque, justo agora que está tão próximo de terminar sua espera, você pensa em desistir?

Satanás continua o mesmo, com as mesmas e velhas táticas… tentando enganar, confundir, e até mesmo te convencer que nada vai acontecer, que o fracasso, a derrota, a infelicidade, fazem parte de sua vida. Felicidade, paz, sucesso, saúde, prosperidade? Sim! Funciona com qualquer pessoa, menos com você!

Mas eu tenho uma notícia para te dar: ele continua sendo o pai da mentira (João 8:44)!

E uma outra, melhor ainda: nosso Deus também continua sendo o mesmo. Não mudou, não falha, e jamais deixará de cumprir Sua Palavra. Aleluia!

Prepare-se, porque pode ser hoje o fim de sua espera. Jamais se esqueça que você é muito importante para Deus. O investimento que foi feito em sua vida, através do sacrifício de Jesus, Ele não vai perder NUNCA!